você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Semente II: Unidade #0

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 27 de Agosto de 2015

Observando-os à distância, os habitantes do planeta não parecem muito inteligentes. Cada um, ou em pequenos grupos, parecem tratar de pequenas atividades de manutenção diária de sua vida. Preparam a terra, colhem frutos e sementes e, quando apropriado, os armazenam. Não fazem muito mais do que isso e parecem felizes. Após um período de corte gentil, têm relações sexuais, quando lhes convém, em áreas levemente isoladas, mas respeitadas por todos. As crias, passado o período de amamentação, são cuidadas por todos, como se todos fossem pais e mães e filhos na coletividade. Há muito afeto e carinho e muito cuidado com as crianças. Durante todo o período de dois anos terrestres em que estivemos em órbita, não observamos qualquer conflito na superfície.

O comportamento coletivo dos habitantes, porém, é fascinante. Em qualquer situação que possa motivar algum estresse, desde um simples trovão anunciando uma mudança de tempo a uma criança que se aproxima demais de um penhasco, todos despertam de sua rotina, como um grupo de suricatos e, rápida e automaticamente, transformam-se em uma unidade que trata de resolver o problema.

Eles reservam uma grande quantidade de tempo ao lazer e ao ócio, seja em atividades coletivas em pequenos ou enormes grupos, solitárias ou em casais. Ainda que casais formados por machos e fêmeas sejam predominantes, casais homossexuais existem e não há qualquer tipo de preconceito. Instrumentos musicais artesanais são abundantes. Apresentações similares a peças de teatro e dança também são comuns. A meditação, ou o que parece ser meditação, é praticada por todos, incluindo as crianças.

Ao menos uma vez por semana todos dirigem-se, simultaneamente, a uma caverna. É impossivel saber o que acontece lá dentro. Essa é a única atividade explicitamente ritualística observada nos habitantes. Ela se assemelha à antigas missas ou celebrações similares da Terra ancestral. Recomendo uma descida, ainda que discreta e camuflada ao planeta, para podermos decifrar melhor os hábitos desses humanoides.

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod