você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Business Model Canvas no Google Drive

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 21 de Novembro de 2013

Em 2004, Alexander Osterwalder propôs, em sua tese de doutorado, uma ontologia (um conjunto conceitual) para modelos de negócios. Alexandre sintetizou os elementos para a criação destes modelos que, posteriormente, foram agrupados em um painel, o canvas, e usados para a sistematização no desenvolvimento de novos negócios, produtos e projetos (e também para o melhor entendimento de negócios, produtos e projetos já existentes). A figura abaixo, oferecida pela businessmodelgeneration.com, é um modelo para o business model canvas.

Clique para ver a imagem ampliada

Fundamentalmente, a ideia é colocar o painel em uma sala de reuniões e permitir que as pessoas discutam cada um dos componentes do modelo de negócios, que estão divididos em quatro grandes áreas:

  • Infraestrutura
    • Principais atividades: as atividades necessárias para a viabilização e execução do modelo (o que deve ser feito para que o produto ou projeto torne-se uma realidade).
    • Principais recursos: quais recursos são necessários para que o público-alvo perceba o valor do modelo.
    • Rede de parceiros: quais são os potenciais colaboradores do modelo (empresas, pessoas).
  • Oferta
    • Proposição de valor: segundo a proposta de Osterwalder, uma proposição de valor é uma visão geral dos produtos e serviços que, em conjunto, representam valor para um público-alvo. Ela descreve a forma como a empresa se ??diferencia dos seus concorrentes e é a razão pela qual os clientes compram de uma certa empresa e não de outra.
  • Clientes
    • Segmentos de clientes: o público-alvo a ser beneficiado pelo produto ou projeto que está sendo criado.
    • Canais: O meio pelo qual a empresa fornece produtos e serviços aos clientes. Isso inclui a estratégia de marketing e de distribuição (logística) de uma empresa.
    • Relacionamento com o cliente: as formas pelas quais a empresa gerencia o seu relacionamento com o seu público, como funcionará o suporte pós-venda aos clientes, quais serão as formas pelas quais o cliente porde entrar em contato com a empresa e como será a manutenção dos registros destes contatos.
  • Finanças
    • Estrutura de custos: tudo o que envolve os investimentos necessários à criação e manutenção do produto ou projeto, incluindo recursos humanos e materiais.
    • Fluxos de receita: quais as maneiras pelas quais a empresa garantirá a sua lucratividade.

Repare que, mesmo que o Business Model Canvas seja orientado a empresas, nada impede que ele sirva como um guia prático para que indivíduos exercitem a transformação de uma ideia em um produto e que usem a ferramenta para buscar opiniões e a colaboração de outros.

Justamente por seu aspecto colaborativo é que o Business Model Canvas é candidato perfeito à sua utilização conjunta com o Google Drive. Se você abrir a página de modelos do Google Drive (https://docs.google.com/templates) e procurar por "Business Model Canvas" você encontrará vários modelos prontos para serem usados e modificados. E, claro, se você clicar, na página principal do Google Drive em Criar > Conectar mais aplicativos e usar a caixa de busca para procurar por "Business Model Canvas" você também encontrará aplicativos interessantes. Experimente o Pinteract (http://app.pinteract.com), siga o processo natural de conexão ao Google Drive e, uma vez aberto o aplicativo, clique em Canvas > Prefab, escolha Business Model Canvas e clique em Select. Em seguida, clique em Insert para escolher a cor da etiqueta adesiva que você irá posicionar em seu painel e clique duas vezes nela para editá-la. Agora, quando você clicar no botão Criar, na página inicial do Google Drive, terá a opção de criar um novo Pinup. Experimente todas as opções oferecidas pela ferramenta.

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod