você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

O discurso da presidenta, os protestos, a direita, a esquerda e o que nós queremos

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 23 de Junho de 2013

No dia 21 de junho nossa presidenta perdeu a grande oportunidade de dar uma resposta à altura daqueles que a elegeram, eu entre eles. Para quem não o ouviu, ele está nesse link. São quase dez minutos de mesmice e promessas que, sinceramente, espero ver cumpridas, ainda que tardiamente.

Logo no inicio de seu discurso, Dilma fala em limitações políticas. Visite o aplicativo Basômetro, que usa dados abertos disponibilizados pela câmara e pelo senado e mostra que a maioria absoluta de nossos representantes eleitos vota de forma aliada ao governo. Não há limitação. Falta vontade.

Dilma também fala, em vários momentos, da minoria arruaceira que enfeia nossos protestos. Os que estão nos protestos também são contra esses poucos baderneiros. Essa minoria foi valorizada em demasia no discurso da presidenta, enquanto a maioria ficou sem uma resposta direta para suas reivindicações.

A presidenta fala de corrupção e da principal arma contra ela, que é a transparência, mas os gastos de suas viagens são sigilosos.

Agora Dilma vai dar um lero com governadores e prefeitos sobre mobilidade urbana, com a Copa das Confederações em pleno andamento e a Copa do Mundo acontecendo em menos de um ano. Vai ter que ser um papo rápido.

E trazer milhares de médicos do exterior para ajudar a resolver os problemas de saúde em nosso país? Sei não, mas se você conhece alguém que estuda medicina pergunta pra esse alguém o que pensa dessa ideia.

Mas nem tudo foi ruim! Gostei de ouvir que todos os royalties do petróleo vão para a educação. Ficaremos de olho.

Dilma pede que sejamos bons anfitriões para nossos visitantes na Copa. Não se preocupe, presidenta! Seremos sim. Esse país é nosso e temos muito orgulho dele. Nosso país fica! A senhora só tem mais esse mandato. Além do mais, nossos irmãos no estrangeiro estão apoiando nossos protestos.

Dilma também fala da Lei de Acesso à Informação. Aproveitei a oportunidade e mandei uma pergunta para ela através do serviço de informação ao cidadão da casa civil da presidência da república. Colei meu protocolo nessa fanpage do Facebook. Se a lei está aí, vamos aproveitá-la. E não me contento com resposta do tipo "isso depende do congresso" porque o Basômetro mostra direitinho que o congresso ouve muito o governo.

Agora, tá pintando um papinho aí pelas redes sociais que a direita está se aproveitando dos protestos para inviabilizar o governo atual e instituir um governo de direita. Quem está nas ruas não é ingênuo a ponto de ser manipulado desse jeito. O protesto é de esquerda, mas apartidário. Não é que partidos não possam participar dos protestos. Todos podem. O fato é que nós, que estamos protestando, queremos que fique muito claro que esse protesto é de todos e nossa união está acima de qualquer partido.

Vem pra rua!

Leia mais

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod