você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

IWEEE.ORG #2

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 19 de Fevereiro de 2010

Richard Stallman fez a palestra de abertura do IWEEE. Fazia algum tempo desde que assisti a uma palestra do Stallman. Continua a mesma, ainda que sempre aprende-se alguma coisa. Palestras de Stallmann concorrem em longevidade com o show Sborniano Tangos e Tragédias, em cartaz desde 1987. O show de Kraunus e Plestkaya consegue renovar-se em uma eterna repetição que, espantosamente, moderniza-se. A palestra de Stallman foi passando de um tango comprido e interessante a uma tragédia reacionária digna de uma direita absolutista e rançosa. Sigo reconhecendo a importância do Stallmann e sua posição, necessária, de ícone da liberdade para o software. Acho que falta a ele visitar a Sbornia e conhecer sua praça central, onde há um grande buraco no qual é jogado todo o lixo cultural ultrapassado.

Stallman disse que é melhor não escrever software algum do que escrever software proprietário. Um dos palestrantes do evento, Norman Young, desenvolveu um software que auxilia no diagnóstico por imagens. Norman sentiu-se compelido a fazer isso ao vencer uma doença terminal e rever suas prioridades. Ele sentiu-se na obrigação de usar seu conhecimento para ajudar aos outros e disponibilizou seu software de forma livre. O detalhe é que Norman conhecia .Net, C# e MS SQL Server. Caso o mundo funcionasse de acordo com a bíblia Stallminista, provavelmente não haveria .Net, C# e nem MS SQL Server. Talvez não tivéssemos nos beneficiado do sonho de Bill Gates de colocar um computador em cada mesa. Talvez não tivéssemos pessoas como o Norman e tantas outras que passaram a filosofia do software livre acessando sites como o da Free Software Foundation com o Internet Explorer. Afinal, quantos dos que desenvolvem software livre hoje tiveram Linux como seu primeiro e único (se não, quase) sistema operacional?

Como o código do programa de Norman é aberto, quem se interessar pode estudá-lo, entender como o mesmo funciona, e migrá-lo para o ambiente Linux. Graças à plataforma Mono, isto não deve ser tão difícil assim. Norman também contou-me que seu programa foi desenvolvido de forma que, se necessário, apenas os conectores com a base de dados têm que ser reescritos no caso de uma opção pelo MySQL, PostgreSQL ou outro servidor.

No IWEEE, Norman foi apresentado a outro software livre para o diagnóstico por imagens, o InVesalius, brasileiríssimo, disponível no Portal Software Público. Norman e os desenvolvedores do InVesalius já foram colocados em contato através do meu amigo, companheiro de evento e tá declarado como Drag Queen de Las Palmas de Gran Canária, Corinto Meffe.

Acho que a Sbornia devia estar muito próxima das Ilhas Canárias durante o IWEEE pois os congressistas, vindos de muitos lugares interessantes do mundo, não hesitaram em jogar ideias e conceitos velhos na lixeira e passar a compartilhar, todos, da ansiedade de um porvir bonito, incerto e inquieto. Para o próximo encontro do grupo, que está planejado para novembro deste ano, na Latinoware, vou levar a literatura disponível sobre o capitalismo hiperbólico e o manual prático para a dança do Copérnico. Infelizmente, o Ministério da Agricultura não permite a entrada de espécies vegetais, como a flor do Sclerks di Bizuwim no Brasil. Semana que vem eu falo do Moses...

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod