você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Crônicas da Latinoware 2009 - Parte 4

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 06 de Novembro de 2009

Quando discutíamos o que gostaríamos de ver na Latinoware 2009 chegamos a algumas unanimidades. Sobre algumas já falei a respeito: qualidade e processos de engenharia e desenvolvimento, modelos viáveis de negócios, integração latino-americana e espaço para as comunidades. As comunidades deram um show à parte, cada uma já garantindo seu público e a divulgação no evento. Cheguei a falar um pouco sobre elas em meu artigo Comunidade! Comunidade! Comunidade!. Nós que trabalhamos na organização tentamos ao máximo participar e prestigiar as palestras e atividades de todos e agradecemos novamente a compreensão pois, infelizmente, a tecnologia da replicação ou clonagem ainda não nos permitiu estar em dois lugares ao mesmo tempo. Mas em um dia eu quase consegui!

Eu tinha me comprometido a acompanhar a palestra da Kristina Chodorow, sobre o MongoDB, que encerraria a trilha do Congresso Latino Americano de PHP. Na noite anterior havíamos tido a festa da Latinoware no Ono Teatro Bar, um clube muito legal em Foz do Iguaçu, com um show do Nasi. Cheguei no hotel, bastante inspirado, e planejei como eu apresentaria a Kristina e resolvi encerrar o COLAPHP com uma singela homenagem. Ao mesmo tempo, no meio do sono, fui conferir o horário da palestra do meu amigo e showman Eduardo Maçan na qual eu faria uma participação especial. Batata! As duas palestras aconteciam no mesmo horário.

Encontrei-me com o Maçan para um ensaio de 15 minutos, rápido e decisivo. Era o teste go-no-go de nossa performance. Achamos que estava bom e concordamos que a platéia jamais deveria ser privada de um momento tão nobre. Feito isto, corri para o auditório principal e chamei o Bruno Porkaria, da comunidade PHP. Disse-lhe que abriria o evento da Kristina, mas que o que eu havia planejado para o encerramento teria que ser feito logo na abertura e que depois ele mesmo deveria encarregar-se do encerramento pois eu e o Maçan tínhamos uma irada platéia nos esperando. O Bruno topou (fazer o quê nestas alturas do campeonato) e subi ao palco para apresentar a Kristina.

Peguei o microfone, apresentei rapidamente a Kristina (dizendo que ela falaria mais dela a seguir) e pedi licença para ler um pequeno poema que eu havia escrito na noite anterior (na verdade, na madrugada daquele mesmo dia). Solicitei ao Zeca, da tradução, que procurasse manter as rimas e a métrica enquanto traduzisse simultaneamente o que eu lia. Uma baita sacanagem com o Zeca, que ele tirou de letra, gerando muitos elogios da Kristina. O poema era o seguinte:

Linguagens de Programação

(por Cesar Brod)

Java é quase livre
Se não fosse, nem pensar!
Python ensina a identar
Do jeito que Deus sempre quis.
De Ada, Prolog e Lisp
Eu escapei por um triz!
Nutro paixões infantis
Por C, Cobol, outras tantas...
Mas nunca deixo de ouvir
O que minha alma me diz:
Meu amor mais profundo é o PHP,
A melhor linguagem do mundo!

Mal tive tempo de deliciar-me com os apupos da platéia e já corri para o novo show com o Maçan. Cheguei na sala e a platéia já estava devidamente encantada com o show de música eletrônica e software livre proporcionado por meu amigo. Quase ao final do show, ele solicitou um voluntário da platéia. Como ninguém manifestou-se e como já estava tudo combinado, o Maçan voluntariou-me. Um diálogo mais ou menos assim rolou:

  • Como eu sabia que era o Cesar Brod que seria o voluntário, escolhi uma música brasileira para a qual eu pudesse fazer um arranjo eletrônico bem legal!

  • E como eu imaginava que seria escolhido como voluntário, anotei a letra de várias músicas possíveis. Afinal, a Latinoware já me presentou com muitas surpresas...

Aí o Maçan entra detonando com "Minha Menina". O resto é delírio da platéia e história para contar para os nossos filhos. Confiram no Youtube!

PS - No vídeo é possível ouvir a Joice rindo. Eu não conseguia olhar para ela pois começava a rir também. Tudo o que desafinei foi por culpa dela! :-p

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod