você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Portais Corporativos 5 - O portal como estratégia da empresa

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 27 de Agosto de 2007

Mais uma vez, os leitores tornaram o artigo da semana mais interessante com seus comentários. Eu havia mencionado, ao final do texto, que "a área da empresa que deveria cuidar do portal é aquela relacionada ao planejamento estratégico e de comunicação da mesma". O leitor Fabio Lima fez a seguinte contribuição:

Internet é mais uma mídia da empresa, nesse aspecto, ela deve ficar a cargo do Marketing. Planejamento Estratégico é diferente de Marketing, de fato, Marketing (assim como informática, vendas, compras, RH, etc) são especializações dentro do planejamento estratégico. Planejamento Estratégico, pensa na empresa em termos macros, trabalha uma visão estratégica no tempo.

Kerber ressaltou:

Acredito que o melhor departamento para gerir um portal corporativo seja o departamento de marketing, pois ele está diretamente ligado às iniciativas do planejamento estratégico que geram mais recursos para a empresa a longo prazo (lembrando que marketing influencia até P&D).

Fabio Lima continua:

A presença da empresa na web (e de forma mais abrangente, na internet) estará ligada aos recursos que ela julgar necessários, porém, cada recurso utilizado deverá individualmente ficar na mão de quem melhor sabe tratá-los. Tornando essa presença um projeto da empresa como um todo, e não de um setor específico."

E Diego Homem ainda propõe um gestor específico para o portal da empresa:

Cada área deve manter e zelar pela parte que lhe compreende, porém deve haver alguém, vamos chamar aqui de gestor, que conversa e direciona todos esses "peões" (por favor não se ofendam) para o desenvolvimento do trabalho, pois se cada um apenas cuidar da sua parte, pode e provavelmente haverá dissonâncias."

O Diego mantém um blog sobre design corporativo, muito interessante e bastante pertinente ao assunto que estamos desenvolvendo.

Mas sigamos adiante em nosso exercício...

Ao programar suas férias você achou uma cidade que parecia ser fantástica no Guia 4Rodas, só que você chega lá e está tudo fechado. Não há sequer um restaurante aberto e não há ninguém para dar informação alguma, apesar do pórtico da cidade ser a coisa mais linda do mundo. Quantas vezes você já não pesquisou em um mecanismo de busca na Web e teve que avançar umas duas ou três páginas até chegar aonde queria? Se é que chegou...

Mecanismos de busca como o Google e o Live procuram colocar cada vez mais inteligência nas buscas, agregando relevância aos resultados, justamente em função da frustração que as pessoas sentem ao não encontrar, na primeira página de resultados, o que buscam. Um estudo da empresa Digital Valley mostra que a informação deve estar, no máximo, a quatro cliques da intenção original do usuário em encontrar alguma coisa. Claro que o tempo entre estes cliques também não pode ser muito grande.

Certamente você já se decepcionou ao buscar alguma informação ou produto na Web, mas você já tentou entender o porquê desta frustração? Será que a empresa com a qual você se frustrou buscou mecanismos proativos para entender a sua frustração com os serviços ou produtos que oferecia? Quais as boas e más experiências que você já teve?

Que tal um teste? Vamos buscar algumas empresas de nossa região e fazermos uma experiência:

Liste o maior número de empresas de sua região que você conhece e para cada uma delas responda:

  1. Foi fácil encontrá-la na Web?
  2. A vitrine "web" da empresa é atrativa?
  3. É fácil de achar o que você procura?
  4. É fácil entrar em contato com a empresa?
  5. Quanto tempo a empresa levou para responder a seu contato?
  6. A empresa mostra-se capaz de aprender com a sua experiência na rede? Use um "dedo-duro" como a Wayback Machine para descobrir isto.
  7. Como o portal da empresa comporta-se com relação aos principais concorrentes? Use um "dedo-duro" como o Alexa para descobrir isto.

Dentre empresas que você pesquisou, quais você acredita que têm uma boa estratégia para a sua presença na Web?

A partir da semana que vem começaremos a explorar boas práticas para a construção de um portal.

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod