você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Férias!

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 22 de Janeiro de 2007

Aqueles que, como eu, decidiram virar empresários ou profissionais autônomos, sabem que "férias" é um conceito mais fácil de definir do que de usufruir. Especialmente os pequenos empresários, mercadores das próprias horas, sabem que, independente da interrupção dos ganhos financeiros em períodos nos quais não se trabalha, o que não se pode mesmo perder é uma boa oportunidade de negócio quando se opta por um isolamento idílico à beira da [Lagoa dos Patos http://pt.wikipedia.org/wiki/Lagoa_dos_Patos_(lagoa)]. E todo mundo já disse que, nesta era digital, o que antes era medido em meses ou anos agora é medido em segundos. Imagina então o que se pode perder em uma semana de férias? Mas imagina também o que se pode perder quando não nos damos o merecido tempo de descanso? É um dilema...

Na minha semana de férias do ano passado, em Capão da Canoa, reparei na proliferação de lanhouses. Imagino a nova traição do verão: a mulher sai de casa dizendo para o marido e os filhos que vai dar uma caminhada na praia e, ao invés disto, entra na lanhouse para ver, ansiosamente, se aquele novo cliente respondeu com um "sim" à proposta enviada na sexta-feira antes das férias. Depois, volta para casa elogiando o protetor solar fator 77, que fez com que ela não se queimasse nadinha. E o marido todo feliz porque convenceu a digníssima a não levar o notebook para a praia...

Uma desculpinha boa (eu mesmo já usei) é contar com a inocente cumplicidade das crianças. "Querida, vou levar o notebook porque, caso chova, as crianças vão ficar entediadas, sem ter o que fazer. Assim, pelo menos elas podem usá-lo como videogame!". Aí era o caso de incentivar a querida a aproveitar o massagista do hotel e dar aquela conectada rápida para ver se o mundo continuava girando. O problema desta desculpa é que só funciona até as "crianças" completarem 14 anos. Depois ela tem que ser levemente adequada: "Querida, vou levar o notebook porque, caso chova, vamos todos ficar entediados, sem ter o que fazer. Assim, pelo menos, podemos usá-lo como DVD player!". Novamente, o problema é a durabilidade da eficácia desta desculpa. Na terceira vez que tentei aplicá-la minha mulher falou: "Tudo bem, mas eu controlo o notebook!". Aí descobri uma locadora de DVDs bem pertinho de uma lanhouse.

Neste ano, sem chances! O notebook não pode, sequer, chegar perto de qualquer coisa que levaremos para as férias. Nenhuma desculpa para levá-lo foi plausível o suficiente. Ainda bem que meu celular tem um browser! Vou testar a durabilidade do golpe "celular e prisão de ventre". Torçam por mim!

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod