você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Enquanto isto, o Google...

Por Cesar Brod

Data de Publicação: 11 de Dezembro de 2006

Em meu artigo Oxigênio falei sobre computação pervasiva. Um dos leitores, Flávio Raphael Barcellos levantou a questão da privacidade. Para quem não quiser reler o artigo, adianto que nele eu falava do projeto de um computador eternamente presente e conectado, capaz de analisar nossos hábitos e auxiliar-nos em nossas decisões diárias e mesmo atuar por conta própria em alguns casos. Tipo assim, o que o Google vai acabar sendo.

Eu gosto de tecnologia e uso tudo o que o Google me oferece. Visito com freqüência o Google Labs para ver se não há mais coisas ainda que eu possa usar. O Google Agenda e o Google Docs, dentre outros, são de utilização diária. Com o Google Docs compartilho documentos com minhas equipes de trabalho, criamos textos em conjunto, revisamos o trabalho um do outro e acompanhamos o progresso de nossos projetos através de Products e Sprint backlogs.

Com isto, claro, tenho muita informação pessoal e mesmo profissional armazenada nos servidores do Google. Estou perfeitamente tranqüilo com isto. A política de privacidade do Google diz, entre uma série de outras coisas, que:

O Google coleta informação pessoal quando você faz o registro de um serviço do Google ou de outro modo voluntariamente fornece tal informação. Nós podemos combinar informação pessoal coletada com informação de outros serviços do Google ou terceiros para fornecer uma experiência de navegação melhor ao usuário, incluindo personalizar o conteúdo para você.

Admiro o modelo de negócios que o Google desenvolveu: mais conforto para a sua vida e mais informações estatísticas e demográficas que ele irá usar para atrair anunciantes que, com um bom grau de certeza, irão conseguir aumentar suas vendas ao expor seus produtos e serviços em seus portais. O mais interessante é que o Google ainda "aluga espaço" em outros sites através do AdSense e assim permite que qualquer um que mantenha um portal na Internet torne-se parceiro nos lucros que a empresa tem com a venda de anúncios. O Google pode até medir e dar a você estatísticas e dicas para o aumento de visitantes em seu portal através do Analytics. Cada serviço a mais que você usa do Google é mais um pouco que você permite à empresa que o conheça. Imagine milhares de pessoas fazendo a mesma coisa que você e, com isto, a base de conhecimento sobre hábitos, gostos, perfis de compra que o Google passa a ter!

Tudo bem! Afinal, em seu código de conduta o Google diz que o lema informal da empresa é "Não seja malvado!". Eu acredito!

Sobre o autor

Cesar Brod é empresário e consultor nos temas de inovação tecnológica, tecnologias livres, dados abertos e empreendedorismo. Sua empresa, a BrodTec, faz também trabalhos tradução e produção de conteúdo em inglês e português. Além de sua coluna, Cesar também contribui com dicas para o Dicas-L e mantém um blog com aleatoriedades e ousadias literárias. Você pode entrar em contato com ele através do formulário na página da BrodTec, onde você pode saber mais sobre os projetos da empresa.

Mais sobre o Cesar Brod: [ Linkedin ] | [ Twitter ] | [ Tumblr ].


Para se manter atualizado sobre as novidades desta coluna, consulte sempre o newsfeed RSS

Para saber mais sobre RSS, leia o artigo O Padrão RSS - A luz no fim do túnel.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod