você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Monitoração de acesso a disco com o aplicativo iotop

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 14 de maio de 2019

A luz indicativa de acesso ao disco rígido de seu computador não apaga e o sistema como um todo fica muuuuuito lento? Como saber quem está acessando o disco rígido?

Seus problemas acabaram. O aplicativo iotop dedura sem dó nem piedade o que está prejudicando o seu sistema por meio de acesso intensivo ao disco rígido.

No caso do meu sistema, veja os processos em destaque: rsync e updatedb. Realmente, todos os dias faço backup do meu servidor que hospeda a Dicas-L e vários outros sites. Além disto, atualizo também a base de dados de arquivos do meu computador, o que também demora muito, pois tenho muitos discos rígidos e milhares de arquivos.

A tabela abaixo, extraída e traduzida da documentação, listas as opções oferecidas pelo programa:

Opção Significado
--version Exibe a versão do programa e sai
-h, --help Exibe as informações de uso e sai
-o, --only Exibe apenas processos ou threads realizando operações de I/O, ao invés de exibir todos os processos e threads. Isto pode ser alterado dinamicamente pressionando a tecla o
-b, --batch Ativa o modo não-interativo. Útil para registrar as operações de I/O ao longo do tempo
-n NUM, --iter=NUM Define o número de iterações antes de encerrar (por padrão, o programa nunca encerra).
-d SEC, --delay=SEC Define o atraso em segundos entre as iterações (1 segundo por default). Aceita valores não inteiros, como por exemplo, 1.1 segundos.
-p PID, --pid=PID Lista de processos/threads a serem monitorados. Por padrão, tudo é monitorado.
-u USER, --user=USER Lista de usuários a serem monitorados (por padrão, todos são monitorados).
-P, --processes Exibe apenas os processos. Normalmente, iotop exibe todas as threads.
-a, --accumulated Exibe o I/O acumulado ao invés da banda (bandwidth). Neste modo, iotop mostra a quantidade de operações de I/O realizadas desde que o desde o momento em que o programa foi ativado.
-k, --kilobytes Exibir os dados em kilobytes ao invés de uma unidade mais amigável. Este modo é útil em scripts que invocam iotop em modo batch. Ao invés de escolher a unidade mais apropriada, iotop exibirá todos os tamanhos em kilobytes.
-t, --time Adiciona um timestamp a cada linha (pressupõe execução em modo batch: --batch)
-q, --quiet Suprime algumas linhas do cabeçalho (pressupõe execução em modo batch: --batch)

Como podemos ver, podemos monitorar por processo ou grupo de processos, bem como por usuário ou grupo de usuários, permitindo assim gerar relatórios mais concisos e objetivos.

Com a execução em modo batch, você pode agendar sua execução para horários críticos ou fora do expediente, e analisar o resultado mais tarde.

Iotop é um programa em Python com uma interface semelhante à do programa top. Ele ordena os processos segundo a quantidade de operações de I/O que estiver realizando.

Para instalar em sistemas Debian GNU/Linux e derivados (Linuxmint, Ubuntu, etc.), digite:

$ sudo apt-get install iotop

Saiba mais



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida