Anti-spam e Hotmail

Por Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 23 de Julho de 2008

Nós últimos meses eu tenho travado uma batalha infernal com o suporte técnico do Hotmail para convencê-los de que as mensagens diárias da Dicas-L não são spam. É um verdadeiro calvário e eu declaro aqui que esta batalha está perdida. A luta contra spam é totalmente válida, mas o suporte técnico do hotmail parece pensar que o melhor caminho para eliminar spam é eliminar todas as mensagens, mesmo as válidas. Eu adotei todas as medidas recomendadas, mas mesmo assim nada.

O pior é que o Hotmail parece aceitar a mensagem, mas a descarta sem avisar nem o remetente nem o destinatário. A mensagem simplesmente desaparece.

O suporte técnico é outra coisa interessante. A forma das respostas é totalmente aleatória. Às vezes respondem, de forma muito educada, mas na maior parte das vezes simplesmente ignoram completamente os pedidos de suporte. Em outras ocasiões, as mensagens parecem ter sido traduzidas para o português por um tradutor automático, e não fazem muito sentido.

Eles possuem uma tecnologia chamada SmartScreen que supostamente identifica mensagens de spam. Segundo eles, esta tecnologia conseguiu cortar pela metade a quantidade de spam que chega às caixas postais de usuários hotmail. Entretanto, como afirma Dan Goodin, em seu artigo Hotmail's antispam measures snuff out legit emails, too, os usuários do Hotmail podem estar sendo prejudicados por não poderem receber emails legítimos nos quais estão interessados.

Yahoo! e Gmail, por sua vez, são extremamente atenciosos e respondem com rapidez e cortesia a todos os pedidos encaminhados. Qualquer sistema automatizado possui falhas e ainda é necessária a intervenção manual para corrigir os desvios gerados pelo programa. A Dicas-L possui hoje, 23 de julho de 2008, 5.817 endereços do Gmail, 3.859 endereços do Yahoo! e 3.471 endereços do Hotmail, MSN.com e Live.com. Ao que tudo indica, a Microsoft, talvez por conta de seu monopólio quase que absoluto, não tem interesse em ouvir seus usuários, o que é demonstrado pela qualidade sofrível de seu atendimento.

Ainda mais preocupante, segundo afirma o artigo Are Hotmail cutting their own throat, o software cliente utilizado para enviar mensagens para o Hotmail desempenha um papel importante na aceitação ou rejeição de uma mensagem. Durante os testes realizados pelo autor, mensagens enviadas para o Hotmail usando o cliente Outlook 2003, foram entregues normalmente. Já clientes como Mozilla Thunderbird, foram bloqueados. Será que usuários de software livre, como Mozilla Thunderbird, são mais propensos a enviar Spam? Ou existe uma outra razão?

Por esta razão, todos os endereços de Hotmail, MSN.com e Live.com, estão sendo filtrados das mensagens da Dicas-L a partir de hoje. Se você é usuário de algum destes serviços, você pode estar sendo prejudicado, pois possivelmente, mensagens legítimas e provavelmente importantes para você, não chegarão até a sua caixa postal, porque um programa estúpido de computador pode estar querendo lhe "ajudar". O bloqueio de 3.471 usuários pode ser pouco, mas se outros provedores de informação tomarem o mesmo caminho, quem sabe eles irão nos ouvir? Considerando-se também que o Hotmail, em termos de serviços oferecidos fica bem atrás de provedores como Google e Yahoo!, porque não mudar?

Pesquisando no Google, eu descobri que não estou sozinho nesta luta. Na seção de referências, a seguir, eu relaciono alguns links que ajudam a esclarecer melhor esta situação.

Referências

While reading back through this article I noticed that it was totally server centric, with no consideration of what an individual email client might be doing to effect an emails deliverability to Hotmail. Email clients are responsible for adding header information which is widely used for aiding in anti spam purposes.
I started playing around with clients rather than concentrating on server setup, and I've had some interesting results. I can send to Hotmail without a problem using Outlook 2003, but no cigar with Mozilla Thunderbird. I haven't tested other email clients yet, but I think that this suggests that the headers the email clients add to an email also play a crucial role in determining if the mail gets through or not. This is BAD news because as a system admin there is generally very little you can do about this. I'll be interested to continue testing, especially with the user-agent and x-mailer headers.

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos desta coluna