Regulamentar a informática? Parte 2

Por Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 26 de Abril de 2008

Continuando as histórias que a discussão sobre a regulamentação da carreira de informática me trouxe à memória, gostaria de recomendar o filme Quase Deuses.

O filme conta a história da parceria, de quase 40 anos, entre o Dr. Alfred Blalock e Vivien Thomas, um habilidoso carpinteiro negro.

Vivien Thomas, de forma autodidata, através de observação, estudo e muita dedicação, aprendeu e desenvolveu técnicas inovadoras em medicina. O filme destaca que Vivien era até mais habilidoso que seu mentor, o Dr. Alfred. O trabalho dos dois se relacionava ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de instrumentos para cirurgias cardiológicas. O coração, naquela época, era considerado intocável e inoperável. Eles foram os primeiros a realizar operações no coração de pessoas vivas. Vivien Thomas, por ser negro e não diplomado, não podia nem mesmo entrar no centro cirúrgico. Em uma das cenas do filme, o Dr. Blalock, por não saber conduzir a cirurgia da melhor forma, ignorou todas as restrições, e chamou Vivien ao centro cirurgico. Com a orientação de Vivien, a cirurgia em uma criança foi concluída com sucesso.

Vivien Thomas
Fonte: Medical Archives

Uma outra história semelhante, e de certa forma ainda mais surpreendente, se deu com o Dr. Christian Barnard, o pioneiro das cirurgias de transplante de coração. Na África do Sul racista de então, o Dr. Barnard admitiu que a primeira cirurgia de transplante de coração nunca teria acontecido no dia 3 de dezembro de 1967, se não fosse pela habilidade cirurgica e brilhantismo de Hamilton Naki. Hamilton era um jardineiro no Groote Schuur Hospital, em Cape Town, na África do Sul. As leis do Apartheid proibiam que um negro tivesse contato com sangue de brancos e o acesso a centros cirurgicos era impensável. Sua participação no primeiro transplante de coração foi tolerada com a condição de que fosse mantida em segredo.

Hamilton Naki
Fonte: DailyNews

Após a transição da África do Sul para a democracia, o Dr. Barnard confessou que Hamilton Naki era um cirurgião mais habilidoso do que ele. Hamilton Naki recebeu um diploma honorário de medicina, concedido pela Universidade de Cape Town e recebeu também a maior honraria concedida pela África do Sul, A Ordem Nacional de Mapungubwe.

As informações sobre o Dr. Hamilton Naki foram retiradas de um artigo publicado pelo Jornal Daily News. Uma busca no Google com seu nome revela muitos outros artigos que valem a pena ser lidos, como o verbete na Wikipedia e seu obituário, publicado pelo jornal The New York Times.

Para saber mais sobre Vivien Thomas, consulte o verbete na Wikipedia, que é bastante completo. Mas não deixe de assistir ao filme :-)

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos desta coluna