Os primeiros dias

Por Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 29 de Março de 2007

A Dicas-L começou como uma newsletter eletrônica, nada mais do que isto. A receptividade, desde o começo, foi surpreendente e até mesmo assustadora. Na primeira semana de vida foram mais de 400 assinantes. É bom lembrar que a Internet daquele tempo não era tão congestionada como hoje e serviços como a Dicas-L eram muito raros.

No começo não foi minha intenção criar um site. Eu não conhecia nada de HTML, da codificação de páginas, e não tinha muito tempo disponível para estudar o assunto. Eu havia feito alguns experimentos e havia ficado fascinado com as possibilidades. Ver um documento com imagens na tela de um computador era algo além da imaginação. A primeira página html que montei tinha uma imagem da Lua. Mas foi só isto, fazer páginas Web era muito trabalho.

Bom, mas ai eu comecei a receber mensagens de assinantes dizendo que haviam perdido a mensagem do dia X, as mensagens do dia X ao dia Y, e por ai vai. Não teve jeito, conclui que um website era a resposta perfeita, pois eu poderia colocar todas as dicas em um lugar de fácil acesso. Daria menos trabalho aprender html do que responder um número cada vez maior de emails pedindo mensagens atrasadas. Foi então que resolvi descer da árvore e andar ereto :-)

Mas porque o nome Dicas-L? O que significa a letra "L"? No começo da Internet brasileira, existiam várias listas, e a maioria delas terminava em "L". Das várias listas eu só me lembro da Redes-L, que era o ponto de encontro mais quente da Internet brasileira. A letra "L" simplesmente significava Lista. Incrível, muita gente pensa que o "L" em Dicas-L, significa Linux. Inclusive às vezes sou criticado, pois o certo não seria Dicas-Linux e sim Dicas-GNU/Linux. Na época eu nem conhecia o GNU/Linux direito, eu usava FreeBSD. Tudo o que eu conhecia de GNU/Linux eu aprendi com o Eduardo Maçan, que foi quem trouxe a novidade para o Centro de Computação da Unicamp e que mais tarde ficou famoso na comunidade Debian e em todo o mundo (mas isto é outra história).

Bom, se eu soubesse que a lista ia virar um site e o site ia durar dez anos ou mais, talvez eu tivesse escolhido um outro nome.

Como eu disse no primeiro artigo, hoje eu não sei mais qual dentre as muitas razões para criar este serviço foi a principal. Eu sempre gostei de contar para todo mundo sobre todos os truques e dicas que eu ia aprendendo com minhas leituras. Eu também esquecia muito rapidamente das soluções que aprendia. Como eu tenho um defeito grave, de esquecer as coisas muito rapidamente, frequentemente eu me via na situação de resolver um mesmo problema várias vezes. Por incrível que pareça, eu gastava mais tempo tentando me lembrar de algo que já tinha feito do que para resolver o problema da primeira vez. A lista foi uma forma de resolver os dois problemas: contar tudo para todo mundo e documentar as minhas descobertas. E como deu certo, ainda hoje consulto as mensagens do arquivo da Dicas-L com muita frequência. Todas as mensagens, de todos estes anos, estão disponíveis no site. Para aqueles que desejam obter todas as dicas de uma vez só, eu disponibilizo um arquivo zipado com todas elas. É baixar e se divertir.

De forma secundária, eu pensava também em, alguns anos mais tarde, juntar as melhores dicas e escrever um livro. Eu nunca tive coragem de escrever um livro, pois é uma tarefa que requer muita dedicação, muita leitura e saber escrever, é claro. Escrevendo uma dica por dia, em três anos eu teria material para começar. E o livro saiu, mas isto eu conto no próximo artigo :-) Até lá....

Recomende este artigo nas redes sociais

 

 

Veja a relação completa dos artigos desta coluna